segunda-feira, 16 de março de 2009

Acaso


Não sei se o acaso quis brincar
Ou foi a vida que escolheu
Por ironia fez cruzar
O meu caminho com o seu
Eu nem queria mais sofrer
A agonia da paixão
Nem tinha mais o que esquecer
Vivia em paz na solidão

Mais foi te encontrar e o futuro
Chegou como um presentimento
Meus olhos brilharam, brilharam
No escuro da emoção
Não sei se o acaso quis brincar
Ou foi a vida que escolheu
Por ironia fez cruzar
O seu caminho com o meu
Por ironia fez cruzar o seu caminho com o meu


(Pedro Mariano)

7 comentários:

  1. tudo acontece por acaso ou nada acontece por acaso??

    Fds de semana assim sao otimos né!


    bjos

    ResponderExcluir
  2. O acaso é o senhor de todos os grandes acontecimentos da vida com toda a certeza!

    Adorei teu blog!
    Parabéns!
    Beijoos

    ResponderExcluir
  3. " O acaso vai me proteger
    enquanto eu andar distraído.."
    Qualquer emoção vale a pena quando a alma não é pequena, já dizia Pessoa !
    O importante é viver as emoções.
    Depois cê pensa...risos.
    Beijão, Alice !

    ResponderExcluir
  4. Que lindo Alice.... Nossa tão bom quando isso acontece.... borboletas na barriga!!!! bjinhos da Madrasta!

    ResponderExcluir
  5. e eu tou a espera de um grande acaso.

    ResponderExcluir
  6. Não foi por acaso que voltei aqui,adoro seu blog,to com saudades da sua presença lá no meu!;D!

    bjus!!!!!!!!!!!!!!!!11

    ResponderExcluir
  7. A melodia dessa música é uma diilícia. A voz de Pedro dá o tom perfeito pra gente fechar o olho e só ouvir. Eu gosto muito.

    Mas num sei se acredito muito em acaso não. Acho que a gente pode desenhar um pouco junto com ele. Ele não tem todo o poder nas mãos, a gente também tem. Só falta descobrir. ;)

    Bjs!!

    ResponderExcluir